Direção de fotografia – Como não sobrecarregar um circuito

LUZES

Com certeza o papel de um eletricista especializado em produção de broadcasting é fundamental pra ligar da forma correta todos os refletores, geradores e demais equipamentos sem risco de sobrecarga, no entanto, um bom diretor de fotografia não fica na dependência de um eletricista mas também possui o conhecimento necessário pra realizar o trabalho de uma forma segura.

Minha melhor dica pra quem deseja fazer um curso de direção de fotografia pra cinema ou televisão é fazer com algum diretor de fotografia que seja bem reconhecido tanto no mercado nacional como internacional, um diretor como Alziro Barbosa por exemplo. A maior bobagem que alguém pode cometer é tentar aprender direção de fotografia com cursos básicos de empresas que vendem refletores, sejam fabricantes ou revendedores, o curso vai ser extremamente básico e teórico, qualquer ação “mais avançada” como esse tópico deste post vai ser ignorado por completo.

Quando se trabalha com grandes produções seja para TV ou cinema, inevitavelmente vamos trabalhar com uma quantidade muito grande de refletores e com potências diferentes, aí surge a dúvida: Como não sobrecarregar o circuito?

Tem uma regrinha básica que nos ajuda muito, se vc dividir a potência total das luzes (quantidade de watts, W) pela voltagem (quantidade de volts, V) das tomadas elétricas, vc pode calcular quantos ampéres (A) de eletricidade serão necessários para acender suas luzes sem risco de sobrecarregar um circuito ou um fusível. Segue a fórmula:

WATTS / VOLTS = AMPERES

Geralmente as residências possuem circuitos de 15 ou 20 ampéres, é sempre recomendável verificar o quadro de disjuntores ou de fusíveis pra saber as condições de trabalho. A voltagem pode variar entre 110 e 120 volts. Aconselho a arredondar pra 100 porque além de facilitar o cálculo também podemos preservar uma margem de segurança quando calcularmos a fórmula mencionada.

Exemplo:

Vamos supor que temos um fresnel de 500w, dois fresneis de 250w e um kino de 200w, totalizando
1.200 watts.

1.200 / 100 volts= 12 ampéres

Nesse exemplo seria tranquilo porque a potência total das luzes é menor que 15 ampéres, teríamos uma sobra pra adicionar mais 300w de iluminação num circuito de 15A. (ou mais 800w num circuito de 20A)
Quando no cálculo o valor passar o limite e você não quiser (ou não puder) diminuir a quantidade de refletores, o esquema é utilizar um cabo de extensão profissional pra ligar alguns refletores em outro circuito, fica a dica.

abs,
Rodolfo

Anúncios

3 Respostas para “Direção de fotografia – Como não sobrecarregar um circuito

  1. Fabrício junho 11, 2013 às 3:47 pm

    Valeu! Muito útil sua postagem, deu pra assimilar bem! ;D

  2. Guido Dias agosto 21, 2013 às 4:52 pm

    Olá!
    Estou cursando Cinema e Audiovisual na Una em Belo Horizonte, desejo fazer um curso de direção de fotografia em SP. Você tem alguma dica? Acredito este curso me ajudar e muito em minha formação técnica.
    Obrigado!

    • rpmiro agosto 21, 2013 às 5:05 pm

      Pior que em São Paulo não conheço mta gente, acho que minha melhor dica é tentar fazer algum curso do Alziro Barbosa ou algum diretor que seja internacionalmente conhecido e jamais fazer qualquer curso de fabricantes e/ou revendedores de
      refletores.
      abs
      Rodolfo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: